Comunicação

Notícias

Alimentação primária, uma das prioridades da Upuerê

primaria00

Como anda a alimentação do seu filho? Há proteínas, carboidratos e minerais no prato? E por trás da alimentação, como ele se nutre?

Partindo desses questionamentos, a c​oach de Saúde Integrativa, ​Camila Christofaro​​, introduz a temática de que a nutrição das crianças vai muito além do que eles comem. De acordo com Camila, a nutrição está relacionada a todos os outros fatores presentes na vida diária.

A coach participou de um processo de reestruturação alimentar e de bem-estar junto aos alunos da Upuerê. O projeto se chama “Porque ​E​u ​M​e ​A​mo” e tem o mesmo nome do programa de autoconhecimento e coaching pensado por Camila. Ambos falam sobre alimentação primária.

Segundo​ a profissional​, a alimentação primária não se refere apenas ao alimento​ que nutre o corpo​, mas também àquilo que nutre a mente​​ e a alma. Ela aponta eixos: relacionamento, espiritualidade, atividade física​ e descanso. Estes são alguns instrumentos de base da alimentação primária. “As pessoas, geralmente, mudam hábitos baseadas no que sentem. No entanto, para as crianças é mais fácil criar hábitos, pois elas têm sinapses neurais mais rápidas de aprendizagem e estão começando a entender o que é hábito, em si, na fase inicial da vida. Já em relação ao adulto, mudar hábitos é mais difícil​ porque mexemos em todo o seu sistema de crenças, porém, não é impossível”, explica Camila.

Nesse processo, a rotina é essencial para a criação de um ambiente harmônico onde existe uma facilidade maior para a construção de hábitos, pois a rotina proporciona segurança emocional às crianças. Segundo a c​oach, na rotina, os pais são exemplos para os filhos e todos devem estar alinhados em torno de um bem-estar comum: “Não adianta insistir para seu filho comer alface enquanto você come uma pizza ao lado dele”, exemplifica. Camila ainda complementa que o descanso também faz parte dessa harmonia: “Seu filho precisa ter rotina, precisa dormir e descansar o corpo. É necessário falar com ele que está na hora de dormir”.

primaria01

Segundo Rachel Máximo, mãe do Francisco, essa construção de hábitos nos pequenos é fundamental. “Temos que refletir constantemente sobre o assunto e formar hábitos saudáveis em nossas crianças desde cedo. A Camila me sugeriu colocar mais água no suco do Francisco ou oferecer a própria fruta para ele, pois meu filho adora suco, mas estava preocupada com a quantidade de ​açúcar que ele estava ingerindo. Então, procurei uma maneira para equilibrar isso”, conta Rachel.

primaria02

A principal dúvida dos pais gira em torno da questão que Rachel levou para Camila: como mudar os hábitos dos filhos? A resposta abrange todo um contexto que envolve os pais, a família e também a escola, pois a alimentação primária está​ diretamente ​ligada ​à ​​felicidade.

Concordando com os ensinamentos da coach Camila, a Upuerê acredita que incentivar e estruturar uma boa alimentação primária, desde cedo, é primordial para o crescimento saudável das crianças. Assim, desde 2018, a instituição de ensino trabalha, junto à nutricionista e a todos os colaboradores, o Projeto Porque Eu Me Amo. O objetivo não é apenas mudar as vidas dos alunos e de suas famílias, mas transformar hábitos e crenças de todos que fazem parte da comunidade escolar, possibilitando e propagando longevidade e qualidade de vida.

Flávia Varela

Revisão por Talita Vieira.