Comunicação

Educação

Crianças e o isolamento social – como proceder?

20 de abril de 2020

Devido à pandemia do novo coronavírus, a recomendação do Governo do Espírito Santo é a mesma da Organização Mundial de Saúde: permanecer em casa. No contexto de isolamento social, muitas famílias se deparam com o desafio de trabalhar e, ao mesmo tempo, cuidar das crianças em casa. Pensando nisso, a Upuerê promove um olhar mais atento para o desenvolvimento infantil, considerando, inclusive, o procedimento home office adotado por muitos durante esse período.

De acordo com Zil Alves, coordenadora pedagógica da Upuerê, adequar e sustentar uma rotina, em um primeiro momento, auxilia na organização interna das crianças em relação à nova realidade – mesmo sendo temporária. Manter a calma é fundamental, e essa assimilação é reforçada pela continuidade dos hábitos cotidianos de toda a família, que antes eram praticados fora de casa, como o trabalho e o estudo, além de conservar uma boa alimentação e um sono de qualidade.

(mais…)

Rotina da Família Lírio durante o isolamento social

20 de abril de 2020

Muitas famílias da Escola Upuerê têm adaptado suas rotinas durante o isolamento social devido à pandemia do coronavírus. É o caso da Naiara e do Amauri Lírio com suas filhas Helena, de 3 anos, e Mariana, de 1 ano.

Durante a quarentena, a mãe conta que a rotina da casa passou por algumas modificações, com alternância de tarefas entre ela e o esposo: “Como advogada, utilizo a parte da manhã para atender remotamente meus clientes, estudar e redigir trabalhos, enquanto o pai, nesse período, fica responsável por cuidar das crianças. Na parte da tarde ocorre o inverso: fico com nossas filhas e Amauri, servidor público, exerce as suas atividades em home office, encerrando seu trabalho por volta das 18h.

(mais…)

Como está a rotina da Família Lecco Bertolini durante o isolamento?

20 de abril de 2020

A família Lecco Bertolini conta como vem se adaptando ao isolamento social devido à pandemia do coronavírus. Mãe da Clara, de 4 anos, e da Beatriz, 7, a psicóloga Luciani Lecco conta que as regras da casa continuam as mesmas, contudo, afirma: “Tenho trabalhado com uma rotina mais flexível, entendendo as necessidades de cada um dentro de casa. As meninas estão super parceiras, respeitando as vontades uma da outra. Claro que existem conflitos, mas elas estão aprendendo a lidar com isso. Meu marido está fazendo home office duas vezes na semana e, assim, venho conseguindo organizar minha agenda de atendimentos online”. 

(mais…)

Contato com a natureza – aprendizagem mais fácil

28 de fevereiro de 2020

Imagem8

Vivemos em uma época marcada pela tecnologia. No entanto, é possível desenvolver, junto às crianças, uma infância mais ligada à natureza? A Upuerê acredita que sim.

Investir em uma educação voltada para a sustentabilidade é investir na formação de crianças conscientes da importância da preservação do meio ambiente. E isso se promove com o desenvolvimento de uma rotina mais verde.

Assim, o contato das crianças com a natureza se revela uma importante ferramenta pedagógica para a implementação de um ensino pautado em vivências sistêmicas. “Quando a criança está em um espaço prazeroso, onde há um contato mais direto com a natureza, todo o seu potencial se abre para a construção do conhecimento. Em contato com a terra e com os animais, as crianças apuram os sentidos e descobrem novas percepções, reconhecendo a natureza por meio de suas cores e sons. Tirar o sapato e andar descalço no solo é diferente de apenas olhar a grama”, explica a coordenadora pedagógica da Upuerê, Zil Alves. (mais…)

Projeto Terceira Linguagem – estímulo ao raciocínio lógico das crianças

6 de janeiro de 2020

DSC_6491

Em 2017, a Upuerê elaborou o Projeto Terceira Linguagem. Ele vem sendo implementado desde 2018, junto às crianças de cinco anos, e consiste em oferecer aos alunos a oportunidade de trabalharem com conceitos complexos de maneira lúdica, contribuindo para o desenvolvimento de seus processos cognitivos, afetos e aspectos procedimentais.

A terceira linguagem refere-se a uma linguagem de programação projetada para ser facilmente entendida pelo ser humano, ou seja, é uma linguagem de programação de alto-nível, porém, mais próxima da linguagem humana. No trabalho desenvolvido na Upuerê, a terceira linguagem é trabalhada com o aplicativo Blockly, com o qual se torna possível juntar peças de códigos, como um quebra-cabeça, e programar o robô para se movimentar. Esse aplicativo permite que as crianças aprimorem suas hipóteses e habilidades em linguagem direcional e programação através de sequências de voltas em graus, tanto para frente quanto para trás, para esquerda e para a direita.

Como funciona

(mais…)

Dez dicas para escolher a escola certa para seu filho

4 de janeiro de 2020

Quando os filhos entram na idade escolar surge a mesma dúvida para muitas famílias: como escolher a melhor escola? Além disso, quais critérios devem ser levados em consideração nessa escolha? Segundo a diretora pedagógica da Upuerê, Maria Aparecida Epichin, a escola ideal para matricular o filho exige um olhar atento da família ao seu cotidiano em casa, além da capacidade dos pais ou responsáveis de identificarem, especificamente, suas expectativas em relação à instituição de ensino. Por último, é necessário verificar se os valores familiares estão de acordo com os da escola.

“A escolha da escola certa para o seu filho depende de uma série de fatores que devem ser combinados entre si. A opção mais adequada dependerá essencialmente dos valores da família e das características individuais de cada filho”, destaca Aparecida.

(mais…)

Alimentação primária, uma das prioridades da Upuerê

4 de janeiro de 2020

primaria00

Como anda a alimentação do seu filho? Há proteínas, carboidratos e minerais no prato? E por trás da alimentação, como ele se nutre?

Partindo desses questionamentos, a c​oach de Saúde Integrativa, ​Camila Christofaro​​, introduz a temática de que a nutrição das crianças vai muito além do que eles comem. De acordo com Camila, a nutrição está relacionada a todos os outros fatores presentes na vida diária.

A coach participou de um processo de reestruturação alimentar e de bem-estar junto aos alunos da Upuerê. O projeto se chama “Porque ​E​u ​M​e ​A​mo” e tem o mesmo nome do programa de autoconhecimento e coaching pensado por Camila. Ambos falam sobre alimentação primária.

Segundo​ a profissional​, a alimentação primária não se refere apenas ao alimento​ que nutre o corpo​, mas também àquilo que nutre a mente​​ e a alma. Ela aponta eixos: relacionamento, espiritualidade, atividade física​ e descanso. Estes são alguns instrumentos de base da alimentação primária. “As pessoas, geralmente, mudam hábitos baseadas no que sentem. No entanto, para as crianças é mais fácil criar hábitos, pois elas têm sinapses neurais mais rápidas de aprendizagem e estão começando a entender o que é hábito, em si, na fase inicial da vida. Já em relação ao adulto, mudar hábitos é mais difícil​ porque mexemos em todo o seu sistema de crenças, porém, não é impossível”, explica Camila.

(mais…)

Educação para o trânsito G2

3 de janeiro de 2020

No dia 27/09 planejamos um dia de brincadeiras com meios de transporte de brinquedo na quadra, e simulamos situações de trânsito para as turmas de Grupo 2.

Nossos objetivos são conhecer e interpretar as sinalizações básicas, a infraestrutura e a organização do sistema de trânsito tornando essas informações funcionais e significativas na conquista de maior segurança no seu cotidiano.

Confira as fotos!

(mais…)

Banda de Música da Polícia Militar

3 de janeiro de 2020

A FLUP – Festa Literária da Upuerê 2019, que homenageia este ano o escritor Mario Quintana, aconteceu na semana de 16 a 20 de setembro com o objetivo de promover experiências nas quais as crianças possam se expressar e ouvir o outro, potencializando sua participação na cultura oral. É na escuta de histórias, na participação em conversas de roda, nas descrições de cenas, nas narrativas elaboradas individualmente ou em grupo e nas implicações com as múltiplas linguagens que as crianças se constituem ativamente como sujeitos singulares e pertencentes a um grupo social.

Foi um evento interno, com programação de histórias com as famílias, histórias em inglês, roda de conversa com indígenas da aldeia Pau Brasil, banda de música, teatro, dança, contação de histórias e tarde de autógrafos com a autora capixaba Lilian Meneguci.

Como parte da programação tivemos a Banda de Música da Polícia Militar que se apresentou no dia 16/09 às crianças e famílias. Confira as fotos clicando abaixo e veja em nosso instagram tudo o que rolou na FLUP: @upuere_escola !

(mais…)