Comunicação

Saúde

Famílias destacam o papel das brincadeiras no desenvolvimento dos filhos

9 de fevereiro de 2021

“A sensação de conforto e a familiaridade proporcionadas pelas brincadeiras tornam o aprendizado das crianças muito mais fácil e leve. Assim, o conhecimento é associado a atividades que proporcionam prazer, estimulando a imaginação. E eu percebo muito isso na Luisa: ela se diverte brincando e, assim, também aprende. A Upuerê promove isso por meio do convívio e da interação com o ambiente, nesse espaço maravilhoso que a Escola tem, e do estímulo à memória afetiva. Considero isso muito importante para o crescimento e amadurecimento da Luisa, tanto em relação ao aprendizado de conteúdos quanto a seu fortalecimento emocional, pois, na Upuerê, o pedagógico e o emocional das crianças são trabalhados com a mesma importância. A criatividade, potencializada pelas brincadeiras, contribui para a sensação de segurança das crianças e tomada de decisões até na vida adulta. No brincar, a criança aprende a ter domínio do próprio conhecimento. Não é um conhecimento imposto, isso parte dela.”

Maria Mancini, mãe da Luisa.

“Acredito que o aprendizado acontece de múltiplas formas. Na Educação Infantil, o brincar é uma ferramenta essencial para o aprendizado, pois proporciona às crianças um espaço e tempo de exploração, imaginação e construção de si mesmas e do outro. É muito bom acompanhar o desenvolvimento dos meus filhos na Upuerê, por meio da realização de atividades e brincadeiras. Dessa forma, o aprender torna-se algo prazeroso e espontâneo. João e Mateus tornam-se mais criativos, capazes de fazer analogias e conexões, além de aprender sobre o respeito ao outro, à pluralidade e às regras. Outro ponto muito positivo que observo é o brincar na natureza. A Upuerê tem um ambiente natural integrado ao dia a dia das crianças, contribuindo para um olhar de cuidado e sensação de pertencimento em relação ao meio, além de possibilitar o aprendizado por meio de movimentos corporais, trabalhando sua relação com o corpo e espaço. Acredito que proporcionar experiências de brincar é uma forma poderosa de desenvolver habilidades para o futuro das crianças. Que bom que posso contar com a Upuerê nesta jornada!”

Natália Amoedo, mãe do João e do Mateus.

A importância do brincar para a educação infantil

9 de fevereiro de 2021

As escolas de educação infantil vêm investindo cada vez mais na formação integral, ou seja, completa das crianças. Nesse contexto, as brincadeiras, que compõem a cultura da infância, configuram-se como elementos fundamentais para a construção do aprendizado. 

De acordo com Zil Alves, coordenadora pedagógica, nesta primeira etapa da educação básica, as brincadeiras “constituem um dos pilares para o pleno desenvolvimento da criança. Todas as ações pedagógicas precisam ser planejadas com intencionalidades e objetivos, principalmente o brincar”.

(mais…)

Alimentação primária, uma das prioridades da Upuerê

4 de janeiro de 2020

primaria00

Como anda a alimentação do seu filho? Há proteínas, carboidratos e minerais no prato? E por trás da alimentação, como ele se nutre?

Partindo desses questionamentos, a c​oach de Saúde Integrativa, ​Camila Christofaro​​, introduz a temática de que a nutrição das crianças vai muito além do que eles comem. De acordo com Camila, a nutrição está relacionada a todos os outros fatores presentes na vida diária.

A coach participou de um processo de reestruturação alimentar e de bem-estar junto aos alunos da Upuerê. O projeto se chama “Porque ​E​u ​M​e ​A​mo” e tem o mesmo nome do programa de autoconhecimento e coaching pensado por Camila. Ambos falam sobre alimentação primária.

Segundo​ a profissional​, a alimentação primária não se refere apenas ao alimento​ que nutre o corpo​, mas também àquilo que nutre a mente​​ e a alma. Ela aponta eixos: relacionamento, espiritualidade, atividade física​ e descanso. Estes são alguns instrumentos de base da alimentação primária. “As pessoas, geralmente, mudam hábitos baseadas no que sentem. No entanto, para as crianças é mais fácil criar hábitos, pois elas têm sinapses neurais mais rápidas de aprendizagem e estão começando a entender o que é hábito, em si, na fase inicial da vida. Já em relação ao adulto, mudar hábitos é mais difícil​ porque mexemos em todo o seu sistema de crenças, porém, não é impossível”, explica Camila.

(mais…)

Caldinho Feijão G3

3 de janeiro de 2020

Como empreendimento do trabalho literário com o título “João e o pé de feijão”, o Grupo 3 convidou seus familiares para a degustação do caldinho de feijão, embaixo da árvore no quintal da Upuerê, no último dia 17/09. Confira as fotos: (mais…)

Feira Upuerê

3 de janeiro de 2020

O projeto ‘Feira na Upuerê’ tem o objetivo de incentivar os alunos a conhecerem alimentos de produtores orgânicos, já que eles são opções saudáveis que visam ao respeito socioambiental. Com edições periódicas e aberta também as familias, de 10h as 17h, a feira de 26/09 foi um sucesso!

Confira as fotos:

(mais…)